Oia a criatura fazendo bicão...

terça-feira, junho 04, 2013

Ele é a Lua

Ele é a Lua!
Comigo eu indaguei
Quando eu percebi como brilhava
Suas faces brancas, pálidas
De feições suaves, arredondadas
Cabelos dourados como coroa eclipsal
Eu posso vê-lo
E distante, me apraz lhe admirar
Mas como a Lua
Eu não posso me aproximar.

Ele é minha Lua
Sempre quieto
Sempre no mesmo lugar
Olhos acastanhados como amêndoas
Crateras preenchidas com mel, sob o leitoso luar
E quando vejo-os brilhando como estrelas luzentes
Me pergunto se a lua também pode chorar
Eu posso falar com ele o quanto quiser
Mas assim como a Lua
Ele nunca me responderá.

E quando vier a maré alta
E meu coração procurar a lua
Ele a será, ele lá estará
Sempre no mesmo lugar
Nunca me aproximarei
E tudo que eu disser
Ele nunca responderá
Nem que eu me torne nuvem,
Nem que eu me torne em estrela
E como a bela Lua, firme, duro e frio,
Ele permanecerá

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se for comentar, fale algo inteligente, ou ao menos decente... Ou o fantasma de Brian Jones irá te afogar na privada suja da rodoviaria.