Oia a criatura fazendo bicão...

sexta-feira, novembro 20, 2009

Fortuna e Vergonha

Me congele no tempo
E não me deixe ver
A tortura que meu amor
Empurra ao meu ser
Ao ver tudo que meu amado conseguiu
Ser jogado no lixo por ele mesmo
Ao se tornar um prostituto,
Com fortuna e vergonha
Mais um apenas
Que se repete na historia
Quando culpou aos inocentes
Quando sem querer
Repartiu comigo dessa vergonha
E sentindo isso
Vi o que queriam dizer
Mas por que ser
Mais um prostituto?
É por que os outros vão sentir a vergonha
Vão sentir isso por você
E você não vera
E tortura meu coração
Pra sentir o sabor traiçoeiro
De um sentimento alimentado
Apenas por dor e prazer
E divide isso comigo
Mesmo sem saber
Joga em mim o se charme
A falsa imagem de seu coração
Que sem saber, é traiçoeiro, traidor
E com isso
Torturará todo coração,
Quue como o meu, lhe jurou algo
Todo platonismo doentio de terceiros
Que alimenta sua fama
E torturará
Pra viver com o que chama de vitoria
A falsa gloria
Que um dia fora verdade
Que já não existe mais

Um comentário:

Se for comentar, fale algo inteligente, ou ao menos decente... Ou o fantasma de Brian Jones irá te afogar na privada suja da rodoviaria.